20/11/2018

10 dúvidas frequentes sobre o Minha Casa Minha Vida

Você tem dúvidas de como funciona o financiamento Minha Casa Minha Vida? Nós da Elio Winter Incorporações vamos te ajudar!

Se você deseja um material mais completo e com detalhes, clique aqui e faça o download do e-book que preparamos especialmente sobre o Minha Casa Minha Vida. Nele, você encontra de forma detalhada como funcionam todas as regras.

Mas se preferir, separamos neste post 10 perguntas que são frequentes. Confira as respostas a seguir:

  1. Como faço para participar do Minha Casa Minha Vida?

Para empreendimentos da Faixa 1 e Faixa 1,5, é preciso fazer um cadastro na prefeitura da sua cidade ou em uma entidade organizadora (como um plantão de vendas). Depois disso, a CAIXA irá validar a inscrição e, se tudo estiver de acordo, você recebe um comunicado sobre a data dos sorteios das unidades e da assinatura do contrato.

Para as Faixa 2 e Faixa 3, a realização da contratação se dá pessoalmente em agências da CAIXA, Banco do Brasil ou via o auxílio da Elio Winter.

 

  1. Como são divididas as faixas do Minha Casa Minha Vida?

Faixa 1: Para famílias com renda mensal até R$1.800,00. Subsídio: até 90% de subsídio do valor do imóvel*. Pagamento: em até 120 parcelas mensais de no máximo R$ 270,00.

Faixa 1,5: Para famílias com renda mensal até R$2.600,00. Subsídio: até R$ 47 mil de subsídio, com 5% de juros ao ano*. Pagamento: você pode financiar um imóvel com valor superior a R$ 130 mil.

Faixa 2: Para famílias com renda mensal até R$4.000,00. Subsídio: até R$ 27,5 mil de subsídio, com 5,5% a 7% de juros ao ano*. Pagamento: os imóveis podem custar até R$ 225 mil.

Faixa 3: Para famílias com renda mensal até R$9.000,00.Subsídio: até R$ 29 mil, com 8,16% a 9,16% de juros ao ano*.

*Os valores podem variar de acordo com a localidade do empreendimento.

 

  1. O que é o subsídio?

O subsídio é o desconto aplicado diretamente no valor do imóvel, ou seja, um benefício dado pelo Governo para você. Esse benefício pode chegar a até R$45.000,00, na faixa 1,5. Veja mais detalhes de como isso é calculado em nosso blog.

  1. Quais são os documentos exigidos para fazer o cadastro no Minha Casa Minha Vida?
  • Carteira de identidade (RG), carteira de motorista (CNH), carteira de trabalho, carteira de identificação profissional com foto (CREA, CRC, OAB, etc.) ou passaporte.
  • Comprovante de renda, preferencialmente do mês atual ou no máximo do mês anterior à solicitação do benefício.
  • Cópia da Declaração de Imposto de Renda do último ano em exercício.
  • Recibo de entrega da Declaração de Imposto de Renda.
  • Comprovante de residência, como conta de água ou energia, com validade de no máximo 60 dias.

  1. Posso utilizar o FGTS no financiamento?

Sim! São 3 as formas que você pode utilizar seu FGTS: Compra e Construção, Amortização ou liquidação do saldo devedor, Pagamento de parte do valor das prestações. Clique aqui e confira de forma detalhada como fazer esta solicitação e quais são a regras.

  1. Posso participar do Minha Casa Minha Vida com o nome sujo?

Não! Se você deseja financiar um imóvel no Minha Casa Minha Vida é preciso comprovar se você tem crédito, portanto, precisa ter o nome limpo. Em nosso blog, você confere qual a melhor forma de deixar seu CPF positivo.

  1. Como é calculada minha renda?

Para ver em qual faixa do Minha Casa Minha Vida você se encaixa, é preciso saber qual a sua renda mensal. Isso é calculado de acordo com a sua carteira de trabalho, ou com outras formas de comprovar renda se você trabalha de forma autônoma (ver próximo item).

Se você for casado ou estiver em uma união estável, é possível compor a renda dos dois para calcular a faixa. Veja como em nosso blog.

  1. Sou autônomo, como faço para comprovar minha renda?

Como citamos anteriormente, é preciso comprovar sua renda para saber em qual faixa do Minha Casa Minha Vida você se encaixa. Se você trabalha de forma autônoma, existem 4 formas de comprová-la: depósitos, declaração do Imposto de Renda, Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (DECORE) e Recibo de Pagamento de Autônomo (RPA).

Clique aqui e veja de forma detalhada como são estes procedimentos.

  1. O que acontece com a minha casa se eu não pagar as parcelas?

Você pode perdê-la! Lembre-se, uma vez que você já participou do Minha Casa Minha Vida, não é permitido se inscrever novamente. Por isso, não deixe de pagar as parcelas. Caso você tenha alguma atrasada, veja como negociar sua dívida.

  1. O que é o habite-se e por que preciso dele para me mudar?

O habite-se é um documento emitido pela prefeitura da cidade onde o empreendimento está localizado, que comprova que a casa foi construída de maneira segura e de acordo com todas as regras dos órgãos ambientais e de construção. Veja aqui como funciona a emissão deste certificado e por que ele é tão importante.


Esperamos que este post tenha ajudado a esclarecer algumas questões! Mas, se ainda tiver dúvidas, entre em contato com um dos nossos corretores dos residenciais Winter Park e Centro Novo.

VER TODAS AS POSTAGENS »

POSTS RELACIONADOS

4/1/2019

Governo Bolsonaro muda as regras do Minha Casa Minha Vida para 2019

Mudanças afetam principalmente subsídios e quantidades de imóveis destinados à faixa 1,5

LEIA MAIS
18/12/2018

3 dicas para preparar sua casa para o verão

O verão chegou e com as temperaturas mais altas é possível fazer simples alterações dentro de casa para que você e sua família fiquem mais confortáveis.

LEIA MAIS
Elio Winter Incorporações

R. Brigadeiro Franco, 334
Mercês, Curitiba - PR
CEP: 80430-210

(41) 3352-5200
0800 601 8750

Elio Winter Incorporações. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Agência Cupola. • Política de Privacidade