(41) 3352-5200 | 0800 6018750

Imóveis

Institucional

(41) 3352-5200

0800 601 8750 (para as demais regiões)

Blog da Elio Winter

Taxa SELIC em 2%: porque aproveitar e comprar um imóvel?

Redução de taxa de juros de financiamentos imobiliários

Apesar da crise econômica que a pandemia do COVID-19 desencadeou no Brasil, o mercado imobiliário está passando por um dos melhores momentos para venda de imóveis. Além dos bancos estarem competindo pela menor taxa de juros para financiamentos imobiliários, a taxa SELIC atingiu a base de 2%, sendo a menor marca desde que foi criada. 

Portanto, quem quer comprar um imóvel não está perdendo tempo. E se você quer comprar para morar ou investir, continue essa leitura até o final, porque nós vamos explicar quais são as maiores vantagens que você, comprador, pode usufruir com essas oportunidades. 

Nesse texto, vamos responder o que é taxa SELIC e para que serve, quais são as grandes oportunidades do momento, como comprar um imóvel com renda baixa, contextualizar a redução de taxa de juros de financiamentos imobiliários, se investir em imóveis continua sendo um bom negócio e daremos dicas para você comprar um imóvel. Continue!

O que é taxa SELIC e para que serve?

A SELIC (Sistema Especial de Liquidação e Custódia) é a taxa referência na economia, sendo a base para definição de outras taxas de juros do mercado em geral (financiamentos, empréstimos, rotativo de cartão de crédito etc.). Portanto, os bancos brasileiros pautam a cobrança de juros de acordo com a taxa SELIC. 

Por exemplo, para disponibilizar crédito imobiliário, quanto maior a taxa SELIC mais seletivos os bancos serão com a renda mínima exigida, porque terão um custo maior para captação de recursos. E quanto menor for a taxa SELIC, menos exigentes os bancos com a renda mínima, porque terão um custo menor para captar recursos. 

Quais são as grandes oportunidades do momento?

Como explicamos no início do texto, a taxa SELIC atingiu a base de 2%, sendo a menor marca desde que foi criada. Portanto, os bancos estão menos exigentes com a renda mínima para conceder crédito imobiliário. Ou seja, as grandes oportunidades são: negociação e comprar um imóvel com renda baixa. 

Para comprar um imóvel, você precise entender quais são os tipos de financiamentos e taxas de juros. Veja abaixo!

Tipos de financiamentos imobiliários e taxas de juros

No Brasil, existem dois tipos de financiamentos imobiliários disponíveis para quem quer comprar um imóvel e aproveitar as baixas taxas de juros:

  • Sistema Financeiro de Habitação (SFH): para financiar imóveis de até R$ 1,5 milhão, com juros de até 12% ao ano. 

  • Sistema Financeiro Imobiliário (SFI): para financiar imóveis acima de R$ 1,5 milhão (não inclusos no SFH), com juros de até 12% ao ano.

Geralmente, a cobrança de juros nos financiamentos imobiliários é acompanhada pela Taxa Referencial (TR). Assim como a SELIC, a TR é uma das taxas básicas para indicar rendimentos. Portanto, na maioria dos financiamentos imobiliários, os juros são acompanhados da TR. 

A Caixa Econômica mudou esse cenário onde apenas a TR atuava, ao lançar o financiamento imobiliário com IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que é o índice oficial de inflação no Brasil, criado para oferecer uma variação dos preços no comércio e, por isso, promete juros menores.

Redução de taxa de juros de financiamentos imobiliários

Em 2019, os bancos começaram a diminuir as taxas de juros para financiamentos imobiliários. O primeiro banco a diminuir os juros, foi a Caixa Econômica Federal: de 6,75% ao ano mais a TR, para 6,5% ao ano mais a TR. Depois, lançou o financiamento com IPCA, com juros de 2,95% a 4,95% ao ano, que é muito menor que a TR que possui juros de 8,30% e 9,95% ao ano.

Ainda em 2019, a taxa SELIC tinha atingido 3%, que foi considerado o menor da história e as expectativas era que iria diminuir mais ainda (o que acabou acontecendo, atingindo a base de 2%, como informamos no início do texto). 

Com isso, outros bancos começaram a diminuir as taxas de juros. O Itaú reduziu de 8,1% para 7,3% ao ano mais a TR. O Banco do Brasil reduziu sua taxa mínima na linha de home equity de 0,94% para 0,88% ao mês; o Santander diminuiu a taxa de 8,99% para 7,99% ao ano; e o Bradesco, de 8,2% foi para 7,3% ao ano para o crédito imobiliário.

Ou seja, o mercado imobiliário estava se reaquecendo na venda de imóveis e a crise econômica, ao invés de desacelerar as vendas, criou oportunidades muito mais vantajosas para os compradores. 

Investir em imóvel continua sendo um bom negócio?

Perante tudo o que abordamos até agora: sim, o investimento em imóveis continua sendo um dos mais seguros. Já dizia já dizia Franklin Roosevelt: 

“Um imóvel não pode ser perdido, roubado ou levado por ninguém. Comprado em um bom negócio, pago integralmente e gerido com cuidado razoável, é o investimento mais seguro do mundo.”

Portanto, primeiro faça o planejamento da sua renda mensal. Para investir, você precisa ter todas as suas despesas mensais bem detalhadas, para entender se você precisa poupar mais para ter capital para investir. 

Segundo, pesquise o tipo de imóvel que está em alta. E temos uma dica: imóveis com sacada, jardins ou quintais, com boa incidência de sol estão em alta, já que agora as pessoas estão passando mais tempo dentro de suas casas. 

Terceiro, encontre uma imobiliária ou incorporadora de confiança, conheça sua história, seu portfólio, suas redes sociais e converse com pessoas que já compraram um imóvel com ela.

Dicas para comprar um imóvel para morar

Quando o isolamento social foi decretado para combatermos a pandemia, as pessoas começaram a passar mais tempo em casa e, com isso, começaram a notar detalhes que antes não tinham percebido. Por exemplo: o incômodo com ambientes mal planejados, a falta de luz do sol e de sacada, jardim ou quintal para desfrutarem do dia dentro de suas próprias casas.

Portanto, se você pretende comprar um imóvel para morar, preste atenção nesses detalhes. Circule pelos ambientes, preste atenção na iluminação e imagine o imóvel com os seus móveis e pertences. Você se sentiria bem se ficasse 24h por dia dentro do imóvel? Se sim, vá em frente e compre. Se não, é melhor pesquisar mais opções.

Veja o que temos para você

Sobre imóveis com quintais, boa iluminação, ventilação e ambientes bem planejados, temos empreendimentos Casa Verde e Amarela, que atualmente é o programa do Governo Federal que oferece as menores taxas de juros para quem quer comprar a casa própria, e outros empreendimentos que você pode conferir no nosso site.

Conte conosco para aproveitar esse momento para encontrar o imóvel dos seus sonhos e fazer uma compra segura!

Fale agora ...